LiveZilla Live Help
 
Assembleia de Deus Missão
Assembleia de Deus Missão
Assembleia de Deus Missão
Assembleia de Deus Missão
Assembleia de Deus Missão
Assembleia de Deus Missão
Jesus Te Ama
Assembleia de Deus Missão
Untitled Document
CADASTRE-SE
Cadastre-se e receba newsletter, novidades, agenda de eventos, estudos e muito mais.
 
 
NOSSA HISTORIA


A família Missão no Brasil
Assim, as igrejas eram fortalecidas na fé e, dia a dia, aumentavam em numero.
Atos 16:5

Conheça a historia de nosso Ministério, e venha fazer parte da família Missão no Brasil.
A Igreja Assembléia de Deus Missão no Brasil (IEADMB) foi inaugurada no dia 11 de novembro de 2005. É uma sociedade civil de natureza religiosa, sem fins lucrativos. A Assembléia de Deus é uma comunidade protestante, segundo os princípios da Reformada Protestante pregada por Martinho Lutero, no século 16. Cremos que qualquer pessoa pode se dirigir diretamente a Deus baseada na morte de Jesus na cruz. Este é um relacionamento pessoal e significativo com Jesus. A Assembléia de Deus se identifica com eles na fundamentação bíblico-doutrinária, com exceção da doutrina pentecostal (Hebreus 4.14-16; 6.20; Efésios 2.18).

A Assembléia de Deus é uma igreja evangélica pentecostal que prima pela ortodoxia doutrinária. Tendo a Bíblia como a sua única regra de fé e prática, acha-se comprometida com a evangelização do Brasil e do mundo, conformando-se plenamente com as reivindicações da Grande Comissão.

A doutrina que distingue as Assembléias de Deus de outras igrejas diz respeito ao batismo no Espírito Santo. As Assembléias de Deus crêem que o batismo no Espírito Santo concede aos crentes vários benefícios como estão registrados no Novo Testamento. Estes incluem poder para testemunhar e servir aos outros; uma dedicação à obra de Deus; um amor mais intenso por Cristo, sua Palavra, e pelos perdidos; e o recebimento de dons espirituais (Atos 1.4,8; 8.15-17).

As Assembléias de Deus crêem que quando o Espírito Santo é derramado, ele enche o crente e fala em línguas estranhas como aconteceu com os 120 crentes no Cenáculo, no Dia de Pentecoste.

Embora esta convicção pentecostal seja distintiva, a Assembléia de Deus não a tem como mais importante do que as outras doutrinas (Atos 2.4).

Seu Credo de Fé realça a salvação pela fé no sacrifício vicário de Cristo, a atualidade do batismo no Espírito Santo e dos dons espirituais e a bendita esperança na segunda vinda do Senhor Jesus. Consciente de sua missão, a Assembléia de Deus não prevalece do fato de ter, segundo dados do IBGE (Censo 2000), mais de oito milhões de membros. Apesar de sua força e penetração social, optou por agir profética e sacerdotalmente. Se por um lado, protesta contra as iniqüidades sociais, por outro, não pode descuidar de suas responsabilidades intercessoras.

A IEADMB adota os seguintes cargos na Hierarquia Ministerial:

1. Pastor: O Pastor Presidente é quem responde pela Família Missão no Brasil como um todo. É o representante legal da instituição e líder espiritual de nossa Igreja. Há, porem outros obreiros que se encontram na função pastoral, são os pastores auxiliares e dirigente de congregações.

2. Evangelista: A função do Evangelista é pregar as boas novas, é cumprir o “Ide” do Senhor Jesus (MC. 16.15). É auxiliar e representante do Pastor nas suas funções .

3. Presbítero: É o auxiliar do Pastor no altar.

4. Diácono: Este obreiro trabalha seguindo o principio do “servir”. É a pessoa pelo serviço de ordem pratica da igreja.

5. Cooperador: Não diferente do Diácono, este auxilia nos serviços de ordem pratica na Igreja, atendendo as necessidades do cotidiano.

Este é o Credo das Igrejas Assembléias de Deus no Brasil
Cremos...


1. Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).

2. Na inspiração verbal da Bílbia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (2 Tm 3.14-17).

3. Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e sua ascensão vitoriosa aos céus (Is 7.14; Rm 8.34 e At 1.9).

4. Na pecaminosidade do homem que o destituiu da glória de Deus, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode restaurá-lo a Deus (Rm 3.23 e At 3.19).

5. Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus (Jo 3.3-8).

6. No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor (At 10.43; Rm 10.13; 3.24-26 e Hb 7.25; 5.9).

7. No batismo bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro uma só vez em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo (Mt 28.19; Rm 6.1-6 e Cl 2.12).

8. Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo (Hb 9.14 e 1Pd 1.15).

9. No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade (At 1.5; 2.4; 10.44-46; 19.1-7).

10. Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade (1 Co 12.1-12).

11. Na Segunda Vinda premilenial de Cristo, em duas fases distintas. Primeira - invisível ao mundo, para arrebatar a sua Igreja fiel da terra, antes da Grande Tribulação; segunda - visível e corporal, com sua Igreja glorificada, para reinar sobre o mundo durante mil anos (1Ts 4.16. 17; 1Co 15.51-54; Ap 20.4; Zc 14.5 e Jd 14).

12. Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, para receber recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra (2Co 5.10).

13. No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis (Ap 20.11-15).
14. E na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis (Mt 25.46).

Fonte: CGADB

 
 
 
Rua: Rod. Dep. João Leopoldo Jacomel, 9510
Bairro: Maria Antonieta - Pinhais - Paraná
Cep: 83331-330 
Fone: (41)3669-9788

 
© 2010 - Todos os Direitos Reservados
Produzido por InovaSite